As obras dos Residenciais Pomares de Petrolina e Novo Tempo V e VI estão avançando e vão beneficiar 953 famílias que estão em estado de vulnerabilidade social, ou seja, que moram em ocupações irregulares ou em áreas de risco.

 O secretário executivo de Habitação, Thulio Teobaldo, explicou que os residenciais foram aprovados pelo Governo Federal para atender um público alvo específico e, por isso, não haverá período de inscrições aberto para o público em geral. “A equipe da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação realizou o cadastramento prévio dessas pessoas in loco nas referidas comunidades, onde foi possível constatar que os inscritos, de fato, atendem os requisitos para serem beneficiários do programa.”

A lista dos contemplados será divulgada depois que os cadastrados passarem por todas as etapas de comprovação. Terão prioridade famílias que tenham: idosos; crianças com microcefalia; mulheres protegidas por medidas protetivas; mães solteiras; e pessoas incapacitadas para o trabalho. Além disso, serão beneficiados aqueles que atenderem os requisitos,  seguindo grau de hierarquização.

Fonte: Carlos Britto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here