Na manhã desta terça-feira dia (12), em uma Operação Conjunta envolvendo as Polícias Civis e Militares, sob a Coordenação do Delegado Ariosto Esteves, Titular da 22ª Desec de Floresta, no Sertão pernambucano, deram cumprimento a um mandado de busca e apreensão domiciliar Expedido pela Comarca de Petrolândia, também no Sertão, em desfavor de Neydson Leal de Araújo, Policial Civil do Estado da Bahia, referente ao Inquérito Policial nº 07.022.186.00593/2018.1-3.


De acordo com o Delegado Ariosto, depois de diversas denúncias contra Neydson, pelos crimes de agiotagem, retenção de cartões bancários e cartões de benefícios, além de ameaça em cobrança de dívida financeira relacionadas à prática da usura, a 186ª Circunscrição investigou os fatos e encontrou indícios de sua autoria nos crimes mencionados, o que ensejou o pedido do mandado de busca e apreensão, pela autoridade policial titular da delegacia de Petrolândia.


Sob a execução do Delegado Alexandre Barros da Fonseca, Titular da Delegacia de Polícia Civil de Floresta, na residência de Neydson foram encontrados e apreendidos diversos cartões benefícios e cartões de contas bancárias, notas promissórias, folhas de cheques, documentos (todos de terceiros), livro de anotações de devedores, espingarda de pressão com luneta, aparelho de pontaria infravermelho com vídeo, máquina de cartão do mercado pago juntamente com comprovantes de pagamentos, notebook, celulares, Pen Drives e uma Pickup Ford Ranger.


Neydson foi conduzido para a delegacia e liberado depois dos procedimentos cabíveis, e irá responder em liberdade.


Esta é mais uma ação da polícia civil no combate ao crime, dando a resposta necessária ao clamor da sociedade.

Por Zito Santos – Jornalista 6276 SC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here