A polícia de Nova York confirmou que a estilista americana Kate Spade, encontrada morta no próprio apartamento na última terça-feira, cometeu suicídio por enforcamento, de acordo com os resultados da autópsia. As autoridades suspeitavam da causa da morte desde que a empregada doméstica da estilista a encontrou pela manhã na residência de Park Avenue, com um cachecol vermelho amarrado no pescoço. Pessoas próximas disseram que Kate Spade sofria de depressão.

O marido, Andy Spade, com quem fundou a grife Kate Spade New York em 1993, declarou em um comunicado à imprensa americana que a estilista “sofreu depressão e ansiedade por muitos anos” e “brigava com os seus demônios pessoais”. “Ela estava buscando ajuda ativamente e trabalhando de perto com médicos para tratar a doença, que tira muitas vidas. Estávamos em contato na noite anterior e ela me pareceu bem”, escreveu Andy, que não viu nenhum “indício nem alerta” do que Kate faria.

“Foi um estremecimento total. E, claramente, não foi ela”, acrescentou Andy Spade sobre a ex-esposa, com quem foi casado durante 24 anos.Veja

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here