Internautas cobram esclarecimentos sobre casos confirmados de coronavírus em Cabrobó

Desde o momento que a OMS (Organização Mundial da Saúde), declarou a pandemia por conta do novo coronavírus, ficou claro que a informação a sociedade seria essencial no combate a disseminação do vírus. Uma sociedade informada dos acontecimentos estaria mais cautelosa e ao mesmo tempo, dando sua contribuição com adoção das medidas adotadas pelo poder público e seguindo as orientações das autoridades. Todavia, alguns municípios brasileiros têm deixado a desejar nesse quesito.

Falta clareza nas ações e mais informações a sociedade, com isso leva a população a fazer alguns questionamentos.Em Cabrobó município da região do Vale do São Francisco, distante 532 Km da capital Pernambucana, dois casos confirmados de coronavírus tem dado o que falar nas redes sociais.

Tudo isso porque há contradições nas informações da secretaria de saúde, na última sexta-feira foi divulgado um novo informe diário com a confirmação do segundo caso. Em nota, a pasta disse que se tratava de um paciente do sexo masculino e que tem 26 anos de idade, disse ainda que a coleta foi realizada no mês de abril e o resultado liberado no mês de junho.

Na mesma nota a secretaria diz que o paciente já está recuperado, essa informação tem provocado questionamentos na sociedade.No dia 25 de abril, portanto, mesmo mês que foi feito a coleta do paciente positivado. A secretaria de saúde de Cabrobó anunciou o primeiro caso de Covid-19 na cidade, foi esclarecido na oportunidade que se tratava de uma cabroboense que fazia tratamento no Recife e que estava na capital a mais de 40 dias.

Portanto, ela não teria contraído o vírus em Cabrobó, a mesma veio a óbito em Recife e teve o corpo cremado. Mesmo sendo constatado que a paciente estava no Recife todo esse tempo, o caso e o óbito foram registrados como sendo de Cabrobó. Até aí tudo bem, nada a questionar tratava-se de uma pessoa com identidade e endereço de Cabrobó.

A população está inquieta por conta do segundo caso confirmado de coronavírus na cidade, especula-se que seria de uma pessoa de outro município que apenas estaria de passagem por Cabrobó. Levando em consideração o que se especula, como saber que o positivado está recuperado? Mantendo o protocolo do Ministério da Saúde a identidade dos pacientes devem ser preservadas, todavia pode-se informar a sociedade de qual comunidade ou bairro ele faz parte.

Um cabroboense atento faz a seguinte indagação: “Como pode saber que em um único teste que a pessoa estava contaminada e já está curada?”

 

 

Fonte: didigalvão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *