Bancos reduzem atendimento a partir desta terça

A partir desta terça-feira (24) algumas das agências bancárias vão fechar temporariamente. Segundo a Febraban, atividade bancária é considerada serviço essencial e por isso não pode ser interrompida. Cumprindo orientação do Banco Central, os bancos deverão, pontualmente e por períodos limitados de tempo, alterar horários de atendimento ou suspender serviços em agências selecionadas.

Banco CentralFoto: Wilson Dias/Agência Brasil

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Os clientes serão informados adequadamente pelos canais de comunicação de cada banco. O setor se compromete a assegurar a prestação de serviços essenciais”, afirma a nota.

Nesta segunda-feira (23), o Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e região, se reuniu com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), braço sindical da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), cobrando que o atendimento ao público fosse limitado a serviços essenciais e houvesse redução de funcionários nas agências.

“Na próxima quarta-feira (25), tem o pagamento dos aposentados, dia que tradicionalmente é um dos mais movimentados nas agências. A omissão do governo em meio à pandemia acarreta em muitos prejuízos para a saúde da população e controle do avanço dos casos, entre eles agências bancárias lotadas durante toda a semana”, diz a presidente do sindicato, Ivone Silva.

“As pessoas ainda não se conscientizaram que o momento é de se isolar, de ficar em casa. Assim, cobramos que o atendimento bancário seja limitado apenas aos serviços extremamente necessários, com contigenciamento de pessoas nas unidades. Além disso, também reivindicamos o fim da cobrança de metas e das demissões enquanto perdurar essa crise”, afirma.

Entre as atividades bancárias consideradas essenciais estão: compensação bancária, redes de cartões de débito e crédito, autoatendimento e outros serviços não presenciais. O Sindicato dos Bancários de Mogi das Cruzes e Região, que abrange ainda os municípios de Suzano, Poá, Biritiba Mirim e Salesópolis, na Grande SP, esclarece que algumas agências vão fechar para prevenir o avanço do novo coronavírus.

Segundo o presidente do sindicato, Clayton Teixeira Pereira, a orientação é contingenciar o atendimento para conter as aglomerações. Para isso, a recomendação é que os clientes façam uso de aplicativos para ter acesso aos serviços bancários. “Vamos interromper temporariamente o atendimento nos bancos que possuem mais de uma agência. Nas unidades que ficarem abertas o acesso será controlado. Poderão entrar dois clientes por vez”, diz.

De acordo com o Sindicato de Mogi, as medidas foram tomadas após várias cobranças feitas à Fenaban. Depois de muita pressão, os bancos permitiram o trabalho home office. Também ficou estipulado que a Fenaban deverá reforçar a cobrança pela higiene e limpeza em todos os locais de trabalho, conforme orientação do Ministério da Saúde, e fazer orientações aos funcionários, principalmente os que estão no grupo de risco.

De acordo com a Febraban, o cliente pode acessar sua conta-corrente ou poupança por meio de aplicativos de celular do seu banco e pelo Internet Banking, com segurança, para fazer pagamento de contas e transferências financeiras, consultar saldos e extratos, agendar pagamentos e contratar de serviços e empréstimos, entre outros serviços.

“Ao evitar voluntariamente ir às agências bancárias, todos colaborarão para que os bancos possam priorizar o atendimento aos grupos mais vulneráveis, protegendo todos, inclusive os bancários, com a redução do fluxo de pessoas necessária aos esforços contra a disseminação do vírus Covid-19”, afirma a Febraban em nota.

 

­Fonte: www.folhape.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *