PF afirma que a Odebrecht pagou a ex-senador cerca de R$ 4,5 milhões

Após, análises foram identificados que as planilhas da Odebrecht contabilizaram pagamentos de R$ 4,5 milhões em dinheiro vivo em endereços ligados ao ex-senador Luiz Otávio Campos (MDB-PA).

De acordo com os relatórios produzidos pela Polícia Federal a que o Globo teve acesso. O ex-senador é investigado por suspeita de captar caixa 2 para a campanha de 2014 do atual governador do Pará, Helder Barbalho (MDB). O político chegou a ser preso na última quinta-feira, mas foi solto no mesmo dia.

Segundo o jornal, os pagamentos destinados a Luiz Otávio foram feitos em dois locais: em uma cobertura em Ipanema, ocupada por um sobrinho do político, e em um apartamento em São Paulo, onde morava uma sobrinha do emedebista.

“Observa-se que, no total, a programação de pagamentos envolveu a quantia de R$ 4,5 milhões, dividida em entregas alternadas entre São Paulo e Rio de Janeiro. ”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *