Cinco grandes concursos prometem abrir mais de 20 mil vagas para o serviço público no segundo semestre: Polícia Rodoviária Federal, Instituto do Seguro Social (INSS), Receita Federal, Ministério do Trabalho e Ministério da Justiça.

A Polícia Rodoviária Federal estuda realizar um novo concurso ainda este ano, e a expectativa é de que as oportunidades sejam para a carreira de policial rodoviário. O cargo exige nível superior e tem inicial de R$ 9 mil. Já há um concurso em andamento, mas ele não supre o déficit de profissionais na corporação.

Outra aposta é a prova da Receita Federal do Brasil que, segundo ele, conta com um déficit de mais de 21 mil servidores. O órgão já pediu autorização para a realização de um concurso com 5.000 vagas, com cargo inicial que tem remuneração de até R$ 12 mil.

Ministério do Trabalho e da Justiça também estão com solicitação de concurso protocoladas por causa de déficit de servidores em ambas as pastas. O superintendente do INSS no Piauí, Ney Ferraz, já deu entrevista confirmando a autorização para um concurso com mais de 17 mil vagas. Segundo Saraiva, o edital será publicado no segundo semestre e o salário inicial será de até R$ 12,6 mil.

Polícia Civil e Militar devem abrir 10 mil vagas em SP
Lembrando que vários concursos de prefeituras e estados já estão autorizados e devem publicar seus editais a qualquer momento.

Em São Paulo, por exemplo, polícias Civil e Militar que juntos abrirão mais de10 mil vagas, professor, coordenador pedagógico, auxiliar de promotoria, Detran e Tribunal de Contas do Município.

A maioria já tem autorização para sua realização e alguns estão aguardando o despacho.

As inscrições para o concurso da PM de SP estão previstas para serem abertas na próxima quinta-feira (15) e seguem até o dia 25 de setembro. Serão 2.700 para soldado da instituição. Poderão se candidatar homens e mulheres de 17 a 30 anos. O salário será de R$ 3.164,58.

A inscrição deverá ser feita no site da Vunesp. A taxa será de R$ 50. As avaliações começarão no dia 24 de novembro. A taxa de inscrição será de R$ 50.

O decreto nº 9.739/2019, publicado pelo presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, que amplia as exigências para os órgãos do governo pedirem a abertura de novos concursos públicos, não deve afetar o volume de provas que serão promovidas em 2019.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here