O líder do governo, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou nesta quinta-feira (8) que a votação da Reforma da Previdência deve ser concluída pelo Senado em seis semanas. Segundo ele, a previsão é que a proposta seja votada pela Comissão de Constituição e Justiça até o início de setembro. Depois, será submetida a dois turnos de votação no plenário do Senado.

O objetivo é acelerar a tramitação e, para isso, foi feito um entendimento com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e o relator da proposta de emenda constitucional, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).

“Estamos trabalhando sob a coordenação do presidente Davi Alcolumbre para que essa tramitação seja a mais rápida possível aqui no Senado. A nossa expectativa é votar o relatório na Comissão de Constituição e Justiça em quatro semanas. Depois, teremos duas semanas para deliberar em primeiro e segundo turno no plenário. Precisamos avançar com a Reforma da Previdência para equilibrar as contas públicas e gerar emprego para os brasileiros”, afirmou o líder.

Para ser aprovada pelo plenário, a PEC da Reforma da Previdência precisa do voto de 49 senadores. Depois, será promulgada pelo Congresso Nacional para entrar em vigor

Fonte: Carlos Britto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here