Já é grande a movimentação na cidade de Serrita, sertão central do estado de Pernambuco. Amantes da vaquejada e adeptos da cultura Nordestina, já tem endereço certo nessa época do ano. Serrita a capital nacional do vaqueiro com sua tradicional Missa do Vaqueiro em homenagem a Raimundo Jacó, muita gente já estão com suas barracas montadas no Sitio Lages onde é realizada a festa.

A festa começa hoje (25) e vai até no domingo (28), nesse período o comércio de Serrita vive o melhor momento do ano e a economia local é aquecida consideravelmente. Todavia há muitas reclamações. Muita gente diz que a organização do evento, prefeitura e governo do estado, não estão dando o valor que a festa, e o povo de Serrita como também os turistas merecem. Os mesmo se referem às atrações, sem desmerecer os já contratados para se apresentarem este ano.

As pessoas de Serrita temem que com esse descaso os turistas deixem de frequentar a Missa do Vaqueiro, o que na opinião de um comerciante da cidade seria o mesmo que tirar o São João de Caruaru. Falar em São João de Caruaru ele pergunta por que o governo do estado não dá a mesma atenção? “Até uma atração respeitada como Alcymar Monteiro que já estava na grade, simplesmente foi retirado e ninguém diz nada e nem dá nenhuma explicação”, comentou.

Hoje tem festa na Impueira como abertura oficial da 49ª Missa do Vaqueiro de Serrita, ou simplesmente “festa das Lajes”. Nos quatro dias festas no Sitio Lajes a movimentação de gente de toda parte do Brasil e até do exterior, o ponto turístico no meio da caatinga pernambucana se transforma na Cidade de Jacó. E por essa razão muita gente até se consideram Jacosenses, pelo menos nos quatro dias de festividades em homenagem ao Vaqueiro Raimundo Jacó. Conta a história que o mesmo foi morto covardemente no local onde é feita a homenagem.

Fonte: Didi Galvão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here