O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta quinta-feira (11) um plano de criação de 108 escolas militares no Brasil até 2023. A ideia da pasta é instalar uma por ano, até 2023, em cada uma das 27 unidades da federação. 
Segundo o MEC, 108 mil alunos serão atendidos pelas escolas “cívico-militares” – o governo tem evitado o uso do termo escolas militares.
De acordo com texto divulgado pela assessoria de comunicação do ministério, o objetivo do plano é aumentar a média no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). 
“As escolas cívicos-militares são instituições não militarizadas, mas com uma equipe de militares da reserva no papel de tutores. A meta é aumentar a média no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). O índice é superior nos colégios militares – 6,99 ante 4,94 dos civis”, diz trecho do texto.
A ampliação da rede de escolas militares foi promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here