Último jogador a ser anunciado pelo Santa Cruz, Celsinho finalmente está regularizado. O nome do meia foi publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF nesta quinta-feira e pode fazer sua estreia no próximo sábado, contra o ABC, no estádio do Arruda.

Ainda não há confirmação de qual time entra em campo, mas Celsinho conversou bastante com o técnico Milton Mendes e, pelo que deu para perceber, é um dos postulantes à vaga de titular. Inclusive, na primeira vez que Milton montou um esboço de time, o jogador esteve entre os titulares.

– Quero estrear o quanto antes e ter o contato com o torcedor. Quero retribuir essa porta aberta, o clube apostou em mim. A instituição tem camisa, tem peso e todo mundo tem uma responsabilidade grande. Infelizmente não está no lugar que deveria e temos essa responsabilidade de, no mínimo, colocar o clube na Série B. Estou motivado.

  • Milton Mendes não descarta chegadas e saídas, mas se diz satisfeito com elenco do Santa
  • Maior integração com base está nos planos da comissão técnica do Santa Cruz

Celsinho falou como gosta de jogar e disse que as cobranças de falta são um dos seus pontos fortes. Ele deve atuar como camisa 10, próximo ao gol adversário.

– Gosto de jogar próximo aos atacantes, próximo da área. E faço o máximo para estar perto do gol marcando gols e dando assistências. O importante é estar próximo do gol. E ainda tem a especialidade da bola parada. Em todos os clubes eu procurei fazer a bola parada.

Milton Mendes e Celsinho conversam no Arruda — Foto: Marlon Costa/ Pernambuco Press

Milton Mendes e Celsinho conversam no Arruda — Foto: Marlon Costa/ Pernambuco Press

Celsinho chegou no Arruda há uma semana, mas precisava passar por um período maior de recondicionamento físico. Agora ele disse que, nesse aspecto, já evoluiu bastante.

“Uma temperatura diferente do que eu estava acostumado, mas eu já tive experiências em Belém e em Fortaleza, sei como é. O tempo na adaptação é importante. Em relação ao que eu cheguei, estou bem melhor. No decorrer das partidas, a tendência é ir melhorando.”

Quando Celsinho desembarcou ao Arruda, Leston Júnior ainda era o técnico do Santa Cruz. Agora, é Milton Mendes. O jogador minimizou estar vivendo essa troca de comando sem nem entrar em campo e mostrou confiança no trabalho do novo comandante.

– Chego no meio de uma mudança no comando, né? Mas conheço Milton de outros trabalhos. A maneira de trabalho, como ele gosta de exercer o trabalho, como ele gosta que a equipe vá dentro de campo. Ele é moderno, um treinador de padrão Série A, com intensidade alta. O Santa não iria se mobilizar da maneira que foi se ele não fosse bom. Ele fez um nome aqui, conquistou título e é um profissional que chega para nos guiar e agregar.Globo.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here