O homem de 22 anos suspeito de matar a enteada de um ano e quatro meses se apresentou na Delegacia do Varadouro, em Olinda, na tarde desta quinta-feira (14). Ele foi intimado pelo delegado Felipe Monteiro, que já estava com um mandado de prisão preventiva expedido para o suspeito.

Após receber o mandado, o suspeito foi mandado para o Instituto de Medicina Legal (IML), depois foi levado para Cotel, em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife.

Na saída da delegacia, ele garantiu que vai provar a sua inocência. “Eu vou provar minha inocência. Eu vou até o fim”, disse.

O advogado do rapaz, Sérgio Gonçalves, disse que o cliente está tranquilo e que já esperava ser preso preventivamente. “Inclusive ele usou o termo: estou botando a minha cara para bater porque eu sou inocente”, contou.

O suspeito disse estar sendo ameaçado, mas não deu detalhes.

Relembre o caso

A menina morreu na última segunda-feira (11) vítima de poli traumatismo e hemorragia interna. Ela chegou a ser socorrida pela mãe, uma adolescente de 14 anos, para a UPA de Peixinhos, mas já estava sem vida.

A mãe da criança acusou o companheiro de ter matado a criança e ainda afirmou que era agredida pelo rapaz.

Por Zito Santos Jornalista DRT 6276 SC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here