A Polícia Federal (PF) espera o resultado de um exame de DNA para confirmar se um homem preso na última sexta-feira (28/09) fez parte da investida contra o avião de valores em Salgueiro (PE), no Sertão Central, na última quarta-feira (26), onde seis criminosos foram mortos e outros dois ficaram feridos.

Segundo a Polícia Federal (PF), o suspeito – Pablo Silva Sena, de 22 anos – deu entrada no hospital de Bezerros, no Agreste, com um tiro no abdômen, sem conseguir explicar como foi atingido. A polícia levantou suspeita e foi pedido o exame de DNA para confrontar com os vestígios de sangue colhidos na cena do crime. Além disso, Pablo é natural da Bahia, de onde era a maioria dos envolvidos que morreram durante o confronto com a PF.

Ao checar seus antecedentes criminais, foi constatado que ele possuía um mandado de prisão em aberto por homicídio na Bahia, motivo pelo qual ele está preso no Centro de Observação e Triagem em Abreu e Lima (Cotel) à disposição da Justiça baiana.  Ainda não há previsão para a divulgação do resultado do exame de DNA. As testemunhas também serão chamadas para reconhecimento por foto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here