A estudante de medicina tinha marcas de faca por todo o corpo, sendo uma no peito e outra na região do pescoço, além de outras 16 perfurações

Erika de Lima Corte, de 29 anos, era estudante de medicina em Pedro Juan Caballero e foi encontrada morta com 19 facadas, na madrugada desta segunda-feira (20/8), no quarto de uma casa, no Bairro Bernardino Caballero, na cidade que faz fronteira com Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul (MS).

A estudante tinha marcas de faca por todo o corpo, sendo uma no peito e outra na região do pescoço, além de outras 16 perfurações. A princípio, a polícia acredita que ela tenha sido torturada e não descarta a hipótese da vítima ter sido violentada sexualmente. Seu celular não foi encontrado.

A estudante era de Pontal do Araguaia e filha do ex-prefeito da cidade, Raniel Corte. O transladado do corpo deve ser feito ao longo da semana.

De acordo com as primeiras informações, uma colega de dormitório de Erika acionou a polícia, que compareceu ao local do crime. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) em Ponta Porã.Ouricuri em Foco

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here